O Juízo de Execuções do Palácio da Justiça do Porto tem falta de funcionários e de espaço para os processos pendentes. São mais de 200 mil que com a reforma do sistema judiciário tiveram que ser arrumados numa nova sala situada noutro piso que não o da secção. Os funcionários queixam-se do excesso de trabalho, somam horas extras e até trabalham aos sabados para conseguir resolver os processos.

http://videos.sapo.pt/RrCzLZqqE6gBUKSshAaP

Go to top