Para dar mais agilidade ao trabalho dos juízes e advogados, o Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul (TJ-MS) criou um aplicativo para tablets e smartphones, permitindo o acesso aos processos mesmo estando sem conexão de internet. O lançamento da ferramenta será na segunda-feira (22).

O projeto preenche uma necessidade originalmente identificada pelos próprios juízes, ao perceberam que, quando o sistema de processos tornou-se inteiramente digital, o acesso aos processos ficava mais restrito, dificultando o trabalho e prendendo-os ao Sistema de Automação da Justiça (SAJ), que só podia ser acessado pelo desktop ou notebook.

Há alguns anos surgiu a iniciativa de se criar um aplicativo que permitisse que juízes e advogados pudessem acessar os processos pelo smarthphone ou tablet. Assim, a equipe da Secretaria de Tecnologia da Informação criou o aplicativo Pasta Digital – TJ/MS, possibilitando que os usuários possam ler processos quando estiverem desconectados da internet.

O aplicativo passou por uma fase de testes com um dos magistrados, que o avaliou e sugeriu mudanças, deixando-o mais prático e acessível para os usuários. O aplicativo foi projetado para trabalhar off-line e também para baixar os processos página por página, possibilitando que o download seja mais eficiente mesmo em conexões 3G e 4G.

Para o presidente do Tribunal de Justiça, desembargador João Maria Lós, a novidade resultará em mais eficiência e celeridade na prestação jurisdicional e, ao mesmo tempo, a justiça sul-mato-grossense manterá sua postura de vanguarda.

“A equipe da área de tecnologia entendeu a dificuldade que existia e resolveu a questão com a criação desse aplicativo. É uma inovação, sem dúvida, e o jurisdicionado será o grande beneficiado, além dos magistrados que terão seu trabalho agilizado. O Poder Judiciário de MS continuará buscando formas e meios de bem atender à população. É para isso que existimos”, firmou.

Funcionalidade – Nessa versão, o aplicativo já organiza os processos automaticamente por comarca, caso o juiz ou o advogado atuem em diferentes locais. Além disso, será possível criar marcadores customizados para processos ou para páginas de um processo.

Por se tratar de primeira versão, o aplicativo tem algumas limitações como, por exemplo, os processos em segredo de justiça ainda não estarão disponíveis, algo que será adicionado em versões futuras.

Além disso, o aplicativo está disponível somente para Android, pois 80% dos acessos ao portal do Tribunal de Justiça realizados por meio de dispositivos móveis são feitos por essa plataforma. A versão para IOS estará disponível em 2017.

A equipe responsável já está desenvolvendo melhorias para o aplicativo, que incluirão os processos em segredo de justiça. Futuramente, o aplicativo também permitirá o acesso do público aos processos.

Christiane Reis

19/08/2016 14:00

http://www.campograndenews.com.br/cidades/juizes-e-advogados-contarao-com-aplicativo-para-tablets-e-smartphones

Go to top